Paulista

Na Paulista, eu me perco de vista
Eu sei quem eu sou
Na Paulista, eu sigo à risca
Eu sei quem eu vou

Na Paulista, a garoa pinta a pista
Cor de suor Déjà Vu
Na Paulista, ignoro a conquista
Meu céu nem sempre é azul

Gente escorrendo entre os carros
No farol fechado e nu
Desviando de escarros e esbarros
Vou seguindo na Paulista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s