Théo e Gael

Théo e Gael

São dois
E os chamo de filhos
Porque os são

São infinitos
Quase me tiram dos trilhos
Porque andam na contra mão

São lindos
Aos olhos alheios, colírios
Porque tem pedaços da mãe

São alvos
De tudo de bom que sentimos
Porque são frutos do amor

São distintos
Mesmo tão parecidos
Porque são únicas canções

São céu
Onde nos encontramos
Porque são Théo e Gael

4 comentários em “Théo e Gael

  1. O Leonardo escreveu para mim (que eu me lembro, mais ou menos), certa vez, lá em casa, brincando de colorir: “eu sem você é um trem sem trilho, mãe.” me lembrei na hora, quando li:

    “São infinitos
    Quase me tiram dos trilhos
    Porque andam na contra mão”

    Lindo, isso!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s