Morto

Meu amigo
É isso mesmo que você NÃO ouviu
Você morreu e continua sorrindo

E a curiosidade me mata
Ou melhor, quase me mata
Desculpe-me, mas o morto é você

Que era ateu não praticante
Do tipo “Pelo Amor de Deus”
E numa hora dessas
Já não tem mais qualquer dúvida

Mas onde estará você?

Será que já virou vida passada
E nasceu pop-star em outra dimensão?

Será que está num SPA moral
Purgando a alma feito um furúnculo?

Será que vai viver eternamente
Como os 144.000 lunáticos de plantão?

Será que vai ouvir para sempre
Diante do Trono e os Pa$tore$ da Televisão?

Resumindo, você bateu as botas que nunca teve.

FIM.

 

 

2 comentários sobre “Morto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s